Arquitetura Holística

        Antes de tudo a  Arquitetura holística é uma abordagem humanística que integra a mente, o corpo e a alma. Para conseguir isso, são incorporados conceitos de sustentabilidade, energia e física, introduzindo o bem-estar físico, espiritual e emocional no ambiente construído. Os arquitetos holísticos começam com uma avaliação do local e se preocupam com as energias naturais emitidas pelo local. 

        Nesse sentido a  localização da estrutura é escolhida com base na análise dessas energias, também chamada de mapa magnético ambiental. Sendo assim, para manter a harmonia natural das energias do local, a topografia do local também é analisada e usada para determinar a forma da estrutura. 

Por exemplo, é fundamental que a estrutura e o paisagismo se integrem ao ambiente natural.

        Ao mesmo tempo, surgiu o design de interiores holístico, uma prática enraizada na fisiologia, sociologia e psicologia com o objetivo de melhorar a qualidade do ambiente interno construído e o bem-estar geral dos residentes. Do mesmo modo é uma prática baseada na energia com foco na limpeza, equilíbrio e manutenção do campo de energia sutil que ajuda 

na cura dos estados físicos, emocionais e espirituais dos residentes. A prática comum envolve, mas não se limita a Vastu Shastra e Feng Shui com a integração da natureza, luz, aromaterapia, cromoterapia, gerenciamento de som e sustentabilidade. 

        Por vezes, estamos nos voltando para um momento em que queremos habitar em espaços que nos ajudem a rejuvenescer e acentuar nossa criatividade e jornada espiritual. O design holístico é o futuro.

        Como arquitetos, a necessidade premente da hora é abordar os desafios ambientais e médicos que enfrentamos e estruturar uma comunidade robusta para lidar com o problema urgente com práticas de construção que se concentram não apenas na estética e funcionalidade, mas na sustentabilidade geral.

Posts Similares